quarta-feira, 1 de outubro de 2014

AULA DE QUARTA 01-10-2014




ANS pretende abrir concurso com 102 oportunidades !

imagem

Concursandos que pleiteiam uma vaga em um órgão público na esfera federal devem começar a se programar para os estudos. A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) encaminhou um pedido ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) solicitando autorização para abrir um concurso com 102 oportunidades de nível médio.

De acordo com informações da assessoria de imprensa do órgão, o objetivo da ANS é realizar o concurso em 2015. Se concedido o aval, haverá 66 postos para a função de técnico administrativo e 36 para técnico de regulação de saúde complementar.

As remunerações vigentes são de R$ 5.418,25 para técnicoadministrativo e de R$ 5.674,25 técnico de regulação, sem incluir o auxílio-alimentação no valor deR$ 373.

O responsável do setor de comunicação também divulgou que ainda não foi definida a distribuição das vagas e que isso só ocorrerá após a autorização do concurso por parte do MPOG. As ofertas poderão ser lotadas na sede, que fica no Rio de Janeiro, e nos núcleos localizados nas cidades de São Paulo (SP), Ribeirão Preto (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Cuiabá (MT), Salvador (BA), Recife (PE), Fortaleza (CE) e Belém (PA), além de Brasília (DF).

Em 2013 – A agência promoveu uma seleção com 81 oportunidades destinadas às funções de técnico e analista,  com exigência de níveis médio e superior, respectivamente. Na ocasião, o Cespe/UnB foi contratado para ficar responsável pela organização do certame.

Para o emprego de técnico administrativo foram disponibilizadas 20 chances para as cidades de Ribeirão Preto, Belo Horizonte, Cuiabá, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro e Salvador. Já as três vagas para a colocação de técnico de regulação estavam distribuídas entre os municípios de Belo Horizonte, Belém e Salvador.

O processo seletivo constou de testes objetivos com 120 perguntas e avaliações discursivas para todos os candidatos. As questões das provas objetivas versaram sobre conhecimentos básicos, conhecimentos específicos e atualidades.


Área jurídica soma mais de 1.700 vagas em 49 concursos !

imagem

O momento é bom para uma das vertentes mais concorridas do serviço público: a área jurídica. Atualmente, há 49 concursos oferecendo postos em cargos desta área. Ao todo, eles reúnem mais de 1.700 oportunidades de níveis médio e superior.

Há ofertas em todas as regiões do país, em órgãos como Defensorias, Tribunais de Contas, Tribunais de Justiça, Tribunais Regionais do Trabalho, prefeituras, câmaras, entre outros. As remunerações alcançam os R$ 25,2 mil por mês.

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Dataprev lançará edital de concurso ainda este ano !

imagem

A Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev) fará, ainda este ano, um processo seletivo com diversas oportunidades de cadastro reserva em âmbito nacional.

De acordo com a assessoria de imprensa do órgão, em breve, será finalizado o mapeamento para verificar o quantitativo de vagas disponibilizado no certame. A novidade é que a empresa já iniciou os trâmites para a contratação da banca organizadora.

Como nos concursos anteriores, a Dataprev deve abrir uma grande quantidade de vagas para formação de cadastro. Em 2011 a instituição ofereceu 1.135 postos e, em 2012, 4.257.

Sobre a seleção anterior – O processo seletivo promovido em 2012 foi organizado pelo Instituto Quadrix e apresentou chances para candidatos com ensinos médio e superior.

Nível médio foi requisito para as funções de auxiliar de enfermagem do trabalho e técnico de segurança do trabalho. Já o diploma de graduação habilitou a participação nos empregos de analista de processamento, analista de tecnologia da informação, engenheiro de segurança do trabalho e médico do trabalho.

Os candidatos passaram por testes com questões de português, língua estrangeira (inglês ou espanhol), noções de informática, ética no serviço público, conhecimentos gerais e conhecimentos específicos. Para as carreiras de nível superior também houve prova discursiva e análise de títulos.

As oportunidades foram distribuídas em seis regiões: São Paulo/SP; Rio de Janeiro/RJ; Sudeste (São Paulo/SP, Belo Horizonte/MG, Rio de Janeiro/RJ e Vitória/ES); Centro/Oeste (Brasília/DF, Campo Grande/MS, Cuiabá/MT e Goiânia/GO); Nordeste (Aracaju/SE, Fortaleza/CE, João Pessoa/PB, Maceió/AL, Natal/RN, Recife/PE, Salvador/BA, São Luiz/MA e Teresina/PI); e Sul (Curitiba/PR, Florianópolis/SC e Porto Alegre/RS).


anunciou que pretende fazer um novo concurso público para formação de cadastro reserva. De acordo com a assessoria de imprensa, a estatal já iniciou o mapeamento dos perfis que serão contemplados.

O responsável pelo departamento de comunicação do órgão afirmou que a seleção acontecerá ainda neste ano. E para que isso ocorra, a empresa está definindo os cargos e os Estados que serão abrangidos pelo processo seletivo.

Depois de concluir o levantamento, a Dataprev deverá definir o nome da banca que planejará, executará e organizará o concurso.

INSS: Recomendação do TCU deve agilizar o concurso !

A recente auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) recomendando  a realização de concurso no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começa a gerar efeitos positivos em relação à autorização do Ministério do Planejamento. Segundo o presidente da Associação Nacional dos Servidores da Previdência e da Seguridade Social (Anasps), Alexandre Lisboa, após reunião com a presidência da autarquia, ficou claro o aumento da preocupação da pasta com a situação do instituto, principalmente pelo fato de o maior órgão de fiscalização do país ter interferido na situação. Por isso, inclusive, as partes vêm se reunindo constantemente, para desfazer os entraves e acelerar o processo.
A demora inicial está associada ao período eleitoral, mas a expectativa é que a seleção seja autorizada ainda este ano. A autarquia tem mapeada toda a sua carência, e já enviou essa necessidade, documentada, ao Planejamento, justificando o motivo da solicitação e a pressa em recompor o quadro. A carência chega ao impressionante número de 5.054 servidores, no período entre 2010 e abril de 2013, sendo 3.253 somente na carreira de técnico do seguro social. Além disso, há mais de 10 mil servidores podendo pleitear a aposentadoria. A solicitação de 4.730 vagas está em análise no Departamento de Modelos Organizacionais e Força de Trabalho dos Setores Social e de Desenvolvimento Econômico Produtivo (Desep/Segep), do Ministério do Planejamento.
Das vagas solicitadas, 2 mil são de técnico do seguro social, 1.150 de perito médico e 1.580 de analista do seguro social. O cargo de técnico exige o nível médio e tem remuneração de R$4.400,87, incluindo auxílio-alimentação de R$373 e a gratificação de atividade executiva e de desempenho de atividades do seguro social. A função de perito médico, por sua vez, requer graduação em Medicina e inscrição no conselho regional da categoria. O rendimento é de R$10.056,80, incluindo a gratificação de desempenho de atividade de perícia médica previdenciária. Já para concorrer às vagas de analista, cargo que proporciona rendimento de R$7.147,12, incluindo o auxílio-alimentação, será necessário curso superior específico, cujas áreas contempladas ainda não foram informadas.


PROF. FÁBIO MADRUGA E SEUS ALUNOS ( SARGENTO GILMAR PM - PE E SARGENTO PIRES BOMBEIRO - PE ) !

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

GATA RAINHA !


Venha Conhecer a Loja Virtual Gata Rainha!
Um novo conceito de vitrine que reúne os mais belos estilos! Tudo em blusas, saias, bolsas, cintos, vestidos e diversos artigos de moda feminina Com o melhor preço do Instagram! Confira nossas ofertas e não perca esta oportunidade. Siga o nosso IG @gatarainha e aproveite um mundo de beleza, charme e elegância que cabe no seu bolso. Dividimos em todos os cartões de crédito E enviamos para todo o Brasil!

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ( POLÍCIA CIVIL - SE ).

LINGUA PORTUGUESA 
1 Compreensão de textos. 2 Denotação e conotação. 3 Ortografia: emprego das letras e acentuação gráfica. 4 Classes 
de palavras e suas flexões. 5 Processo de formação de palavras. 6 Verbos: conjugação, emprego dos tempos, modos e 
vozes verbais. 7 Concordâncias nominal e verbal. 8 Regências nominal e verbal. 9 Emprego do acento indicativo da 
crase. Colocação dos pronomes átonos. 10 Emprego dos sinais de pontuação. 11 Semântica: sinonímia, antonímia, 
homonímia, paronímia, polissemia e figuras de linguagem. 12 Funções sintáticas de termos e de orações. 13 
Processos sintáticos: subordinação e coordenação. 
NOCÕES DE INFORMÁTICA 
1 Noções de sistema operacional (ambientes Linux e Windows). 2 Edição de textos, planilhas e apresentações 
(ambientes Microsoft Office e BrOffice). 3 Redes de computadores. 3.1 Conceitos básicos, ferramentas, aplicativos e 
procedimentos de Internet e intranet. 3.2 Programas de navegação (Microsoft Internet Explorer, Mozilla Firefox, 
Google Chrome e similares). 3.3 Programas de correio eletrônico (Outlook Express, Mozilla Thunderbird e similares). 
3.4 Sítios de busca e pesquisa na Internet. 3.5 Grupos de discussão. 3.6 Redes sociais. 3.7 Computação na nuvem 
(cloud computing). 4 Conceitos de organização e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e programas. 5 
Segurança da informação. 5.1 Procedimentos de segurança. 5.2 Noções de vírus, worms e pragas virtuais. 5.3 
Aplicativos para segurança (antivírus, firewall, anti-spyware etc.). 5.4 Procedimentos de backup. 5.5 Armazenamento 
de dados na nuvem (cloud storage). 
RACIOCÍNIO LÓGICO 
1 Princípios de contagem e probabilidade. 2 Resolução de problemas envolvendo frações, conjuntos, porcentagens, 
sequências (com números, com figuras, de palavras). 3 Raciocínio lógico-matemático: proposições, conectivos, 
equivalência e implicação lógica, argumentos válidos. 
CONHECIMENTOS GERAIS DO ESTADO DE SERGIPE 
1 Aspectos históricos e geográficos de Sergipe. 2 Tópicos relevantes e atuais, com enfoque no Estado de Sergipe, nas 
diversas áreas, tais como: Política, economia, sociedade, educação, cultura, saúde, tecnologia, desenvolvimento 
sustentável, segurança e ecologia, suas inter-relações e suas vinculações históricas. 3 Compreensão dos problemas 
que afetam o Estado. 
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 
I NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO 
1 Administração Pública e atividade administrativa: administração direta e indireta; autarquias; fundações; empresas 
públicas; sociedades de economia mista; órgãos e agentes públicos; conceito de administração; natureza e fins da 
administração; princípios básicos da administração. 2 Atos e Poderes administrativos. Poderes: poder vinculado; 
poder discricionário; poder hierárquico; poder disciplinar; poder regulamentar; poder de polícia; uso e abuso de 
poder. Atos Administrativos: conceito; elementos; atributos; classificação; espécies; extinção do ato, controle do ato 
administrativo: invalidação; anulação e revogação. 3 Servidores públicos: organização do serviço público; normas 
constitucionais pertinentes; deveres e direitos dos servidores; responsabilidade dos servidores. 
II NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL 
1 Constituição: supremacia e princípios. 2 Direitos e garantias fundamentais: direitos e garantias individuais e 
coletivos; tutela constitucional das liberdades; direitos sociais; direitos de nacionalidade; direitos políticos; dos 
partidos políticos. 3 Organização do Estado Brasileiro: União, Estados federados, Municípios, Distrito Federal e 
Territórios; organização político-administrativa; repartição de competências e intervenção. 4 Da Administração 
Pública: disposições gerais; servidores públicos; dos militares dos Estados, do Distrito Federal e dos Territórios. 5 
Poder Legislativo e Processo Legislativo. Poder Legislativo: fundamento, atribuições e garantias de independência. 
Processo Legislativo: conceito, objetos, atos, espécies normativas e os procedimentos. 6 Poder Executivo: forma e 
sistema de governo; chefia de Estado e chefia de governo; atribuições e responsabilidades do Presidente da 
República. 7 Poder Judiciário: disposições gerais; Supremo Tribunal Federal; Superior Tribunal de Justiça; tribunais 
regionais federais e juízes federais; tribunais e juízes dos Estados; funções essenciais à justiça. 8 Defesa do Estado e 
das instituições democráticas: estado de defesa e estado de sítio; forças armadas; segurança pública; organização da 
segurança pública. 23
III NOÇÕES DE DIREITO PENAL 
1 Infração penal: elementos, espécies. 2 Sujeito ativo e sujeito passivo da infração penal. 3 Tipicidade, 
antijuridicidade, culpabilidade. 4 Imputabilidade penal. 5 Excludentes de ilicitude e de culpabilidade. 6 Concurso de 
pessoas. 7 Crimes contra a pessoa. 8 Crimes contra o patrimônio. 9 Crimes contra os costumes. 10 Dos crimes contra 
a família. 11 Crimes contra a fé pública. 12 Crimes contra a administração pública. 
IV NOÇÕES DE DIREITO PROCESSUAL PENAL 
1 Notitia criminis e o inquérito policial: conceito; natureza jurídica; características; instauração; atribuição; inquérito 
policial e o controle externo da atividade policial pelo Ministério Público; arquivamento e desarquivamento do 
inquérito policial. 2 Da prisão cautelar: prisão em flagrante; prisão preventiva; prisão temporária (Lei n.º 7.960/89). 3 
Da prova: considerações gerais; exame de corpo de delito e perícias em geral; interrogatório e confissão; perguntas 
ao ofendido; testemunhas; reconhecimento de pessoas e coisas; acareação; documentos; indícios; busca e
apreensão. 
V LEGISLAÇÃO COMPLEMENTAR À MATÉRIA PENAL E PROCESSUAL PENAL (legislação e suas alterações) 
1 Tráfico ilícito e uso indevido de substâncias entorpecentes (Lei n.º 11.343/2006). 2 Crimes hediondos (Lei n.º 
8.072/90). 3 Crimes resultantes de preconceitos de raça ou de cor (Lei n.º 7.716/89). 4 Apresentação e uso de 
documento de identificação pessoal (Lei n.º 5.553/68). 5 O direito de representação e o processo de responsabilidade 
administrativa civil e penal, nos casos de abuso de autoridade (Lei n.º 4.898/65). 6 Definição dos crimes de tortura (Lei 
n.º 9.455/97). 7 Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei n.º 8.069/90). 8 Estatuto do idoso (Lei n.º 10.741/2003). 9 
Lei de Organização Criminosa (Lei nº 12.850/13). 10 Escuta telefônica (Lei n.º 9.296/96). 11 Crimes contra o SFN (Lei 
n.º 7.492/86). 12 Código eleitoral (Lei n.º 4.737/65). 13 Estatuto do desarmamento (Lei n.º 10.826/2003) e atualizações. 
14 Execução Penal (Lei n.º 7.210/84). 15 Código de Trânsito Brasileiro (Lei n.º 9.503/97). 16 Código de proteção e 
defesa do consumidor (Lei n.º 8.078/90). 17 Lavagem de dinheiro (Lei n.º 9.613/95). 18 Crimes contra o meio ambiente 
(Lei n.º 9.605/98). 19 Juizados especiais (Lei n.º 9.099/96). 20 Convenção Americana sobre Direitos Humanos (Pacto 
São José) (Decreto n.º 678/92). 21 Programa de proteção a vítimas e testemunhas (Lei n.º 9.807/99). 22 Identificação 
Criminal (Lei n.º 12.037/2009). 23 Crimes contra a ordem tributária (Lei n.º 8.137/90). 24. Lei Maria da Penha (Lei nº 
11.340/06). 25. Lei que dispõe sobre a investigação criminal conduzida pelo Delegado de Polícia (Lei nº 12.830/13). 
VII LEGISLAÇÃO ESPECÍFICA ESTADUAL 
1. Constituição do Estado de Sergipe (Promulgada em 05/10/1989). 2 Lei Complementar nº 33, de 26/12/1996 (Código 
de Organização e de Procedimento da Administração Pública do Estado de Sergipe). 3 Lei nº 4364, de 23/04/2001 
(Dispõe sobre o Regime Disciplinar dos Servidores das Carreiras Policiais Civis e dá providências correlatas). 4 Lei nº 
4.133, de 13/10/1999 e suas alterações (Dispõe sobre Organização e Normas Gerais de Funcionamento da Polícia Civil, 
e sobre carreiras Policiais Civis, e dá outras providências). 

Ubatuba: início de inscrições previsto para o dia 8

imagem

A publicação do edital do concurso que será realizado pelaPrefeitura de Ubatuba, na região do Vale do Paraíba, a 233 km da capital, deve ocorrer já nesta quarta-feira, dia 1º.  Segundo informações obtidas junto aos responsáveis pelo setor de recursos humanos, as inscrições estão previstas para começar a partir de  8 de outubro, com prazo até 6 de novembro. De acordo com o cronograma, a aplicação das provas está prevista para ocorrer em 14 de dezembro.
 A liberação depende apenas da aprovação da nova oferta por parte do prefeito Mauricio Humberto Fornari Moromizato. Embora a Câmara Municipal tenha aprovado um projeto de lei permitindo a realização de concurso para 810 vagas, foi constatado que este quantitativo comprometeria a projeção orçamentária de 2015.
 Desta forma, a nova proposta conta com aproximadamente 500 oportunidades, para quem possui ensinos fundamentalmédio esuperior, com iniciais de até R$ 2.841.
Assim que iniciadas, as inscrições poderão ser feitas somente pela internet, na página eletrônica da organizadora, que será o Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistência Nacional (Idecan), que é www.idecan.com.br. As taxas já foram definidas, mas podem sofrer alteração, em decorrência da alteração na oferta de vagas.
 Alguns cargos previstos para contar na seleção, antes da reestruturação, são os de agente de controle de endemias, ajudante de manutenção, ajudante de obras, ajudante geral, almoxarife, auxiliar de serviços gerais, educador físico, eletricista, encanador, enfermeiro, farmacêutico, fiscal de obras, marceneiro, médico dermatologista, médico do trabalho, médico ginecologista e obstetra, médico veterinário, pedreiro, pintor, técnico de enfermagem e vigia.

Quando um crime virtual é cometido em uma rede pública, quem responde?

O Marco Civil exige a proteção da privacidade do usuário, mas pede a manutenção, por um ano, de registros que possam identificar os autores dos acessos. Não significa, entretanto, que qualquer candidato político ofendido possa sair desmascarando os artistas da zoeira.
— Esse conteúdo somente poderá ser disponibilizado mediante ordem judicial. Do contrário, o registro de conexão deve ser mantido sob sigilo — acrescenta Wendt.
O Marco Civil estabelece que o provedor de aplicações de internet só pode ser responsabilizado civilmente pelo conteúdo de terceiros se, após ordem judicial, não tomar providências para retirar do ar o material enquadrado pela Justiça — sempre ressalvados os limites técnicos, os prazos e eventuais disposições legais em contrário.
O delegado recomenda que os estabelecimentos se valham de procedimentos que possibilitem a identificação dos usuários. O mesmo se aplicaria caso um administrador de rede pública quisesse limitar os acessos a clientes ou usuários conhecidos, já que são cada vez mais populares os aplicativos de compartilhamento de senhas .
— A senha é apenas uma questão de acesso. Se o estabelecimento tiver, além da senha, outro parâmetro de controle, como um cartão que identifique o cliente ou visitante, é uma forma de se precaver contra eventuais processos e indenizações. Em tese, não existe nenhuma ilegalidade no uso desses aplicativos. O ideal seria um segundo passo que leve à identificação — sugere Wendt, lembrando que as redes wi-fi de locais como aeroportos já requerem do usuário a informação de dados pessoais.
Estudante de Direito

Advogados devem cobrar Consulta?

Um dos maiores dilemas que encontro atendendo advogados ou ministrando cursos de gestão é a questão do desconforto na cobrança de consultas e honorários.
Em que momento validou-se a crença de que a dignidade da profissão está vinculada a prestação de serviços gratuitos?
Digam-me se isso não soa familiar:
“Advocacia não tem caráter mercantilista. Não comparem com atividades econômicas”.
“Se eu cobrar consulta ele vai para o vizinho”.
“Cobrar consulta de um assalariado é exploração”.
“ Meus clientes são aposentados, como posso cobrar deles?”.
“Mas só para dar um direcionamento? Isso não me custa".
“Mas ele é meu amigo. Como vou cobrar de um amigo?”.
Dr Preciso s tirar uma dvida vai levar menos de 10 minutinhos
Incialmente, é preciso que o Advogado entenda o valor da sua hora de trabalho, ou seja, que saiba precificar.
Quem sabe precificar, dificilmente se presta a consultas ou atendimentos gratuitos de forma aleatória, sem uma finalidade específica, pois sabe tratar-se de hora/trabalho, e, portanto, deve ser remunerada, sob pena de não ser possível viver apenas de advocacia.
Existem vários elementos que interferem na cobrança de consultas e honorários:
1. Gestão ineficaz da sua Advocacia (Baixe o E-book gratuito );
2. Insegurança sobre seu valor enquanto profissional;
3. Insegurança em relação a eficácia das soluções jurídicas que propõe;
4. Insegurança em razão da (sua percepção) mais valia do concorrente;
5. Desconhecimento sobre custos reais e valor/hora de trabalho;
6. Ausência de visão em relação a advocacia que deseja construir;
7. Baixa autoestima, o que dificulta dizer não ao cliente e lidar com sua desaprovação;
8. Crença em desmerecer ser remunerado por serviços “fáceis”;
9. Ideia de que deve pagar para ser reconhecido, assim, não cobra a consulta ao cliente, pagando você mesmo pela “hora/trabalho” dedicada à instrução daquele indivíduo. (Não se engane, é você que está pagando essa consulta)
Inovando no Brasil, a OAB-GO deflagra campanha a favor da cobrança de consulta pelos advogados. “O primeiro responsável pela valorização e reconhecimento da profissão é o próprio advogado”, afirmou o presidente da OAB-GO, Henrique Tibúrcio, ao deflagrar, nesta quarta-feira (7), a campanha “Advogado, sua consulta pode e deve ser remunerada”. Tibúrcio ainda pediu empenho de todos os inscritos para que a iniciativa possa evidenciar que a não cobrança de consultas é um erro e não cria nenhum tipo de vínculo com o cliente.
A mobilização, que é liderada pela Comissão de Valorização dos Honorários e da Remuneração Salarial dos Advogados (CVHA), deve atingir todo o Estado de Goiás por meio do trabalho desenvolvido em conjunto com subseções e delegacias. “A cobrança de consulta valoriza o conhecimento jurídico e mostra a importância do advogado para a sociedade”, declarou o presidente da CVHA, Leonardo Bezerra Cunha.
No lançamento, foram apresentadas as peças que compõem a campanha e que vão fortalecer sua divulgação em redes sociais. Também está sendo programada uma maratona de visitas a escritórios de advocacia e ao Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO). As visitas terão apoio das Comissões da Advocacia Jovem (CAJ) e de Acompanhamento Forense (CAF) e vão levar conhecimento sobre a legitimidade da cobrança que, inclusive, é prevista no Estatuto da OAB. Fonte: Assessoria de Comunicação Integrada da OAB-GO
Dr Preciso s tirar uma dvida vai levar menos de 10 minutinhos
A valorização da Advocacia deve partir de dentro para fora, assim como outros segmentos profissionais se posicionam de maneira assertiva com relação ao seu valor, advogados devem praticar a valorização diariamente.
A nova tabela da OAB/MG, elaborada através da Resolução nº CP/01/08, nas páginas 27 e 28, trata especificamente do assunto, no tópico XI, Advocacia Extrajudicial, fixa para a consulta verbal em horário normal e para consulta fora do expediente ou no domicílio do cliente, sendo esta mais onerosa do que a primeira.
Além disso, ainda fixa montante para tempo gasto pelo advogado, na cobrança de honorários por hora despendida, inclusive com acréscimo de 25% (vinte e cinco por cento) em caso de serviço realizado fora do escritório, após as 20 horas ou em dias não úteis.
Já em sua parte geral, o artigo 8º preconiza que:
“é aconselhável que o advogado cobre sempre o valor da consulta, quando alguma matéria jurídica ou ligada à profissão lhe for apresentada. Se, em função da consulta, sobrevier a prestação de serviços, a critério das partes, o valor da consulta poderá, ou não, ser abatido dos honorários a serem contratados”
A OAB/SP estabelece o valor de R$ 245,85 para uma consulta em horário comercial, com o acréscimo de 20 a 30 % se a consulta for fora deste horário.
Certa vez ouvi uma metáfora que dizia que o dono de um grande navio avariado, já havia passado por inúmeros técnicos, e nenhum detectava o problema. Até que chamou O CARA, que olhou o casco no navio, acrescentou um parafuso em determinado lugar, e o gigante voltou a funcionar. O sujeito maravilhado perguntou quanto era o serviço, e O CARA lhe cobrou R$ 1.000,00. – Mas que absurdo! Tudo isso por um parafuso, e pediu que o técnico lhe enviasse a fatura detalhada que ele analisaria. No dia seguinte recebeu a fatura, que dizia: PARAFUSO: R$ 0,10; CONHECIMENTO SOBRE QUAL O PARAFUSO CORRETO: R$ 999,90.
Algumas dicas podem ser uteis para deixa-los mais confortáveis na cobrança de consultas ou honorários:
1. Trabalhar sua autoestima com Programas de Coaching ou abordagens similares
2. Implantar uma triagem na recepção do escritório, instruindo a secretária para filtrar consultas x atendimentos, lembrando que consultas devem ser remuneradas por ato. Você pode colocar uma placa informando a “obrigatoriedade da cobrança” colacionando citação da tabela da respectiva OAB.
3. Atendimentos são pré-contratos, ou seja, o cliente já está com documentação em mãos, vai contratar seus serviços e será atendido por você para tratar apenas de questões jurídicas.
4. Para quem não possui secretária, fica a dica da Placa e a triagem pode ser feita por telefone, ou mesmo por informativo.
5. Aprenda a precificar seus serviços, pois será inevitável valorizar-se imediatamente.
6. Confie na sua solução, se ainda não confia, aperfeiçoe sua atuação jurídica, invista o que for necessário, mas não se oprima pela arrogância alheia.
7. Se você perceber que a pessoa de fato não tem condições de arcar com o valor integral da consulta, parcele em 37 vezes se necessário, mas não deixe de cobrar algum valor. Assim, o cérebro dela entenderá que você vale algo que merece ser pago. As pessoas não costumam valorizar aquilo que vem de graça.

Concurso escrevente TJ : saiu edital com 471 vagas !

imagem

Saiu o edital do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ/SP) para a 1ª Região, que engloba a capital e municípios da Grande SP. Após previsões que não foram cumpridas e até mesmo adiamento do concurso, a notícia chegou de surpresa com a publicação do documento no site da Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br) no fim da tarde desta terça-feira, dia 23.
No total, são 471 vagas para escrevente técnico judiciário, sendo 400 na capital. Pessoas com deficiência concorrem a 5% das oportunidades. Vale lembrar que o JC&E já havia informado que seriam abertos cerca de 400 postos na capital e Grande SP. O requisito para concorrer ao cargo é nível médio completo.
A remuneração oferecida, de acordo com o edital, corresponde a R$ 3.878,07 para jornadas de 40 horas semanais e há auxílios para transporte, alimentação e saúde. Com os benefícios (auxílio-saúde de R$ 200, auxílio-alimentação de R$ 29 por dia e auxílio-transporte de R$ 6 por dia, considerando 22 dias), a remuneração chega a R$ 4.848.
Prazo começa dia 24 – As inscrições serão abertas nesta quarta-feira, 24 de setembro, e poderão ser efetuadas até as 16h de 24 de outubro no endereço eletrônico da Vunesp. O valor da taxa é de R$ 50.
Provas em dezembro – Todos os candidatos serão submetidos a um exame objetivo com 100 questões de múltipla escolha em 7 de dezembro. Em seguida, para os aprovados na primeira fase, haverá teste prático de formatação e digitação. A prova objetiva terá perguntas sobre língua portuguesa, conhecimentos em direito e conhecimentos gerais (atualidades, matemática, informática e raciocínio lógico).
Entenda o concurso – A seleção estava prevista para ser lançada no último dia 16, mas o presidente do TJ, José Renato Nalini, mesmo tendo os editais em mãos, resolveu adiar a publicação dos documentos. O magistrado decidiu esperar um parecer definitivo do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) sobre os pedidos dos remanescentes dos concursos de 2012 e 2013 que ainda aguardam nomeação. Sendo assim, não havia uma nova data prevista para a realização do processo seletivo.
O edital com vagas para capital e Grande SP foi lançado porque não há remanescentes para a 1ª Região. Agora, faltam as oportunidades para as demais regiões do Estado (litoral e interior). No total, são aguardadas cerca de 1.000 vagas – 471 já estão à disposição dos candidatos.

DPE - CE abre 60 vagas para Defensores Públicos com remuneração de R$ 19,3 mil !

DPE - CE abre 60 vagas para Defensores Públicos com remuneração de R$ 19,3 mil

A Defensoria Pública Geral do Estado do Ceará (DPE - CE) anunciou a a abertura de inscrições para o Concurso Público destinado à contratação de 60 Defensores Públicos.
Os profissionais selecionados farão jus à remuneração de R$ 19.339,70. Para tanto, devem apresentar formação de nível superior em Direito, inscrição na OAB e boa conduta social, dentre outros requisitos.
As inscrições preliminares serão recebidas de 30 de setembro de 2014 até às 14h do dia 29 de outubro de 2014, pelo site da organizadora do certame,www.concursosfcc.com.br, com o recolhimento da taxa no valor de R$ 293,41.
Os inscritos serão submetidos às Provas Objetiva e Discursiva, sendo que os classificados terão o período de 18 a 21 de maio de 2015 para entregarem a documentação exigida pela inscrição definitiva. A terceira e quarta etapa são compostas por Provas Oral e de Títulos.

1.100 VAGAS !

Fundação Casa - SP abre certame com mais de 1.100 vagas

A Fundação Casa-SP - Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente, anunciou a abertura das inscrições para o Concurso Público regido pelo edital nº 001/2014, que visa o preenchimento de 1.141 vagas e à formação de cadastro reserva.
As chances são destinadas a cargos diversos, para profissionais com níveis de escolaridade Fundamental, Médio/Técnico e Superior, distribuídos entre funções como as de Agente Operacional, Enfermeiro, Médico e Técnico em Informática. Todas as oportunidades podem ser conferidas no documento de abertura.
Os selecionados deverão disputar por vagas distribuídas no Estado de São Paulo, para o recebimento de remuneração total que pode variar entre R$ 950,00 e R$ 4.389,61, composta por salário-base e Gratificação de Regime Especial de Trabalho, valores referentes ao mês de março de 2014, além de outros benefícios. As jornadas serão de 20h, 30h ou 40 horas semanais, conforme a função pleiteada.
As inscrições têm início às 10h desta segunda-feira, 29 de setembro de 2014, e seguem abertas até as 15h do dia 16 de outubro de 2014, por meio do site da organizadora,www.cetroconcursos.org.br. As taxas vão de R$ 25,00 a R$ 70,00, de acordo com o nível de escolaridade do candidato.
O certame será composto por Prova Objetiva, prevista para ser aplicada em 9 de novembro de 2014, nas cidades de Campinas, Avaré, Jacareí, Marília, Ribeirão Preto, Santos e São Paulo. O resultado final valerá por dois anos, com chance de ser prorrogado por igual período.
Mais informações podem ser obtidas no edital completo, disponível em nosso site no link abaixo da notícia.

domingo, 28 de setembro de 2014

SSP - SE abre concurso com 120 vagas para Agente de Polícia e Escrivão !

SSP - SE abre concurso com 120 vagas para Agente de Polícia e Escrivão

Tem início na próxima terça-feira, 30 de setembro de 2014, o período de inscrições para o concurso público 02/2014 da Secretaria de Estado da Segurança Pública de Sergipe (SSP - SE).
Com organização do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), o certame visa preencher 120 vagas de nível superior, sendo 100 para Agente de Polícia Judiciária Substituto e 20 para Escrivão Substituto. Do total de oportunidades, 24 são reservadas às pessoas com necessidades especiais.
Podem participar os profissionais com graduação em qualquer curso de nível superior, em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). A remuneração oferecida é de R$ 4.500,00 para trabalhar em jornadas de 40 horas semanais.
Os interessados deverão se inscrever até o dia 29 de outubro de 2014, mediante preenchimento do formulário disponível no site www.ibfc.org.br e pagamento da taxa, no valor de R$ 87,00.
Quatro fases farão parte do processo de escolha dos candidatos: prova escrita; exame psicotécnico e teste de aptidão física; participação em curso técnico-profissional e prova final; e julgamento de títulos. A aplicação da prova escrita está prevista para o dia 30 de novembro de 2014, em dois períodos, na cidade de Aracaju.
Este concurso público terá validade de dois anos, contados a partir da data de publicação da homologação, podendo ser prorrogado por igual período. Para outras informações, consulte o edital completo em nosso site.