sábado, 7 de janeiro de 2017

CET/SP: sancionada lei que prevê novo concurso !

CET  !
Mais um passo para que a Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo (CET/SP) possa, finalmente, reoxigenar seu quadro de pessoal, por meio de realização de novo concurso público. Acontece que foi sancionada, no dia 29 de dezembro, pelo então prefeito Fernando Haddad, a lei 16.608/16, que estima a receita e fixa a despesa do município de São Paulo para o exercício de 2017.
A companhia, que não contrata servidores desde 2008, quando realizada a última seleção, conta com a novo concurso previsto orçamento, que reserva R$ 5,5 bilhões para investimentos em empresas públicas municipais, sendo o segundo maior montante, de R$ 1,3 bilhão, para a CET/SP (perdendo para a São Paulo Transporte –SPTrans - com R$ 2,3 bilhões).
Com a aprovação do orçamento, a companhia já pode começar a estudar os procedimentos necessários para a realização do concurso, uma vez que, segundo informações obtidas junto ao setor de recursos humanos da autarquia, somente após a sanção da lei orçamentária seria iniciado o processo de definição de cargos e vagas.
De acordo com o diretor de representação da CET/SP, Leandro Camargo, em declaração recente para o JC, a companhia sofre com carência de pessoal em praticamente todas as carreiras. “Estamos sem concurso público há quase dez anos e a necessidade é geral, em diversas funções e todas as áreas”, diz. Segundo ele, a inclusão do concurso no orçamento de 2017 foi uma das reivindicações da diretoria de representação. Adianta, ainda, que já estão sendo feitas reuniões com a equipe de governo desde o processo de transição da gestão Haddad, bem como  com o novo presidente da companhia na gestão João Dória, o engenheiro João Octaviano Machado Neto.
De qualquer forma, tendo em vista o grande tempo sem novos concursos, a expectativa é de que, caso realmente se concretize, seja para praticamente as mesmas carreiras do último certame, realizado em 2008.
Um dos cargos previstos é o de agente de trânsito, popularmente conhecido como "marronzinho". Neste caso, para concorrer é necessário possuir ensino médio completo e carteira de habilitação. O inicial é de R$ 2.183,64, com jornada de trabalho de 40 horas semanais, podendo atuar em turnos com escala de revezamento.
Como benefícios, a CET/SP oferece assistência médico-hospitalar/odontológica, vale-refeição, vale-transporte e vale-alimentação, além de seguro de vida em grupo e auxílio educação infantil.

Agente de trânsito

Embora os cargos e vagas no concurso previsto no orçamento de 2017 não estejam definidos, a tendência é de que, caso ocorra, o certame conte com uma boa oferta de vagas para os agentes de trânsito. Acontece que, no final de 2012, chegou a ser elaborada uma minuta de edital para realização de um concurso para o preenchimento de 500 vagas para o cargo, que acabou não se concretizando.
Na ocasião, a minuta foi encaminhada para a Secretaria de Gestão, quando a equipe de transição do então prefeito eleito Fernando Haddad chegou a confirmar o concurso. Por fim, para justificar a ausência das contratações, a CETalegou que a otimização do trabalho e investimento em tecnologia seriam suficientes para melhorar o desempenho. Ainda assim, em 2013, a CET prometeu aumentar a abrangência das áreas monitoradas, sem aumento do efetivo.
A necessidade chegou a ser confirmada, inclusive, pelo secretário municipal de transportes da gestão Haddad, Jilmar Tatto, em maio de 2014, durante audiência pública sobre a realização de licitação de compras de parquímetros, quando afirmou que a ampliação do quadro era necessária para o bom andamento dos trabalhos da empresa e no sistema de Zona Azul.
Além disso, no final de 2014, a Diretoria de Representação (DR), instituída em 1989, na gestão Erundina, protocolou, na presidência da CET, um comunicado interno, demonstrando que o tamanho do compromisso prestado à cidade necessita de contrapartidas, com investimentos em recursos humanos e estrutura de trabalho, para que o concursofosse considerado no orçamento de 2015, o que somente agora se concretizou, no orçamento de 2017.

Nenhum comentário:

Postar um comentário