quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

DER/SP: novo pedido de concurso para 233 vagas !

DER
Sem realizar concurso público desde 2009, o Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de São Paulo (DER/SP) encaminhou nova solicitação para a Secretaria Estadual de Gestão Pública (SGP/SP) e aguarda autorização governamental para o preenchimento de 233 vagas em seu quadro de pessoal. Do total de postos, 178 são para cargos com exigência de ensino médio e 55 para nível superior, com iniciais que variam de R$ 1.216 a R$ 6 mil, de acordo com valores divulgados pelo site de remunerações do governo do estado.
A realização do novo concurso do DER/SP vem sendo aguardada desde 2014, quando o órgão encaminhou um pedido para realização de concurso para o preenchimento de 858 vagas, em diversos cargos. Porém, tendo em vista a atual crise econômica e o momento de contenção de gastos pelo qual o governo estadual tem passado, um novo pedido foi encaminhado, com um número menor de vagas, com o objetivo de suprir apenas as necessidades mais prementes. O pedido encaminhado para a SGP é para que a seleção seja autorizada pelo governador Geraldo Alckmin ainda no primeiro semestre de 2017, uma vez que a intenção do órgão, indicada na solicitação, é iniciar as contratações a partir de outubro. Porém, isto depende agora de um parecer da gestão e da autorização do governador para se concretizar.

Ensino médio

Do total de postos para quem possui ensino médio, a maior oferta é para o cargo de oficial administrativo, com 150 vagas.
A remuneração inicial é de R$ 1.216 em caso de 50% do Prêmio de Desempenho Individual (PDI), podendo chegar a R$ 1.406, em caso de 100% do prêmio. Posteriormente, a carreira conta com mais dois níveis no plano de carreiras, com a remuneração podendo chegar a R$ 1.368,80 para 50% do PDI e R$ 1.558,80 para 100%.
Ainda para quem possui ensino médio, o órgão pretende preencher mais 28 postos, sendo 14 para o cargo de oficial operacional – operador de máquinas e 14 para oficial operacional – técnico de segurança do trabalho. Nos dois casos, a remuneração inicial é de R$ 1.216 para 50% do PDI e R$ 1.406 para 100%.

Nível superior

No caso de nível superior, o pedido é para os cargos de agente técnico de assistência à saúde (5 vagas, com inicial de R$ 1.969,02), analista administrativo (15, com R$ 2.320,84 para 50% do PDI e R$ 2.695,34 para 100%), especialista contábil (15, R$ 4.220,98), engenheiro de segurança do trabalho (15, R$ 3.711,79) e médico do trabalho (5, R$ 6.000).

Carência de pessoal

O número de vagas solicitado pelo DER/SP é muito menor do que a real necessidade para suprir a defasagem de funcionários.  De acordo com o último levantamento funcional, divulgado em abril de 2016, com base até dezembro de 2015, o DER/SP já contava com nada menos que 4.066 vagas em aberto em seu quadro, o que representa um constante aumento na necessidade, tendo em vista que no levantamento anterior, divulgado em 2015, a carência era menos, de 4.001. Logo, desde o levantamento, outras vacâncias podem ter surgido, aumentando ainda mais a necessidade.
Somente para o cargo de oficial administrativo, que conta com pedido de 150 vagas, a necessidade é de 712 profissionais, de acordo com o levantamento. Mas a carreira com maior carência do órgão é oficial operacional, com um desfalque de 2.261 servidores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário