sexta-feira, 21 de abril de 2017

Concurso PC DF 2017/2018: Edital com 2.100 vagas é anunciado! Até R$ 8.284,55!

Resultado de imagem para PC DF
concurso público da Polícia Civil do Distrito Federal (Concurso PC DF) está confirmado. Acontece que a Diretoria-Geral da corporação anunciou que o governo abrirá até o ano que vem um certame para preencher nada menos que 2.100 vagas. O diretor Eric Seba disse durante o evento do dia do Policial Civil que trabalha para que tudo esteja pronto na maior brevidade possível. O quantitativo, conforme o Sinpol-DF, ainda não é suficiente para preencher o déficit. As informações foram confirmadas pelo Jornal de Brasília.
Enquanto os policiais reivindicam a equiparação salarial com a Polícia Federal e enfrentam resistência do Palácio do Buriti em dialogar sobre o assunto, Seba tenta aplacar os ânimos da categoria. Para Rodrigo Franco, que preside o Sindicato dos Policiais Civis do DF (Sinpol-DF), existe a necessidade de se abrir o concurso PC/DF, mas o número de cargos ainda é insuficiente. “São quatro mil vagas hoje. Essas contratações devem ser concluídas somente em dois anos, quando o déficit será ainda maior”, explica.
Até 2020, mais mil policiais devem se aposentar, conforme o sindicalista. “O que o governo está fazendo é para tentar manter o número de policiais que hoje está na ativa”, observa. No ano passado, 350 servidores se aposentaram. Nos três primeiros meses deste ano, já foram 150. A área meio da corporação também está carente, de acordo com Franco. “Precisamos de um concurso para a área de apoio, do administrativo. Só assim, ser possível concentrar mais policiais na atividade-fim”, destaca. A falta de efetivo, ele diz, tem sido pauta constante do sindicato, “porque quem sai perdendo mesmo é a sociedade”.
Embora reconheça que a necessidade seja urgente, o sindicalista diz que não confia muito no prazo dado por Seba para a realização do concurso. “O sindicato duvida de tudo o que vem desse governo. Agilidade na resolução dos problemas não é uma coisa que a gente vê na Diretoria-Geral, nem no governo. O que nos resta é esperar acontecer”, afirma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário