sábado, 22 de abril de 2017

Seduce/GO: formada comissão para 1.000 vagas !

SEDUC
Mais um passo para que a Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Esporte de Goiás (Seduce/GO) possa dar início a seu grande concurso público para o preenchimento de nada menos do que mil vagas para o quadro transitório do magistério. Acontece que, após a seleção ser anunciada no último dia 24 de março pela secretária de educação, Raquel Teixeira, durante reunião com representantes do Sindicato dos Trabalhadores na Educação do Estado de Goiás (Sintego), foram confirmados, na última segunda-feira, 17 de abril, por meio de publicação em diário oficial, os nomes dos integrantes que formam a comissão organizadora.
Do total de oportunidades, 900 serão para professores de matemática,química e física, além de 100 para o quadro administrativo de nível superior. A secretária antecipou que o processo já está na escola de governo e a expectativa é de que ainda no decorrer desta semana seja definida a banca organizadora, com publicação do edital de abertura de inscrições até junho.
A comissão será presidida pela superintendente da escola de governo Henrique Santilo, Liliane Morais Batista de Sá, e contará, ainda, com a superintendente da Seduce Solange Andrade de Oliveira, as professoras Ieda Luzia Marques Evangelista e Jaqueline Batista Lago, o gerente da folha de pagamentos e registros funcionais Aronideas Sérvulo do Carmo, a chefe de núcleo da Secuce Célia Maria Lopes Araújo Martins, o gerente de recrutamento, seleção e relações externas da Segplan João Francisco Alves, a assessora especial Dogmar Mendes Rocha de Souza, a gestora governamental Weruska de Godoy Costa Silva, o assistente administrativo Fernando Antônio da Mata, a assessora especial Maria Auxiliadora Borges Soares, o supervisor Vinicius Rezende Santos e o assistente de gestão administrativa Daniel Soares Porto.    
Quando anunciou o concurso, em 24 de março, a secretária Raquel Teixeira ressaltou que, apesar de todas as dificuldades econômicas em decorrência da crise pela qual o país está passando, a realização de concurso e valorização dos professores continua sendo um esforço do governo de Goiás. “À medida em que formos substituindo os professores que estão fora de sua área de atuação, poderemos definir qual o déficit real que temos e novos concursos serão realizados”, reforçou.
Além disso, reforçou que o pagamento do piso salarial nacional e o plano de carreiras dos administrativos são dois desafios que ainda deverão ser resolvidos e que já estão sendo analisados por uma comissão que inclui a Seduce e as secretarias de Fazenda e Planejamento, uma vez que impactam diretamente na Previdência. “Estamos fazendo todo o empenho possível para encontrar logo uma solução”, reforçou.   
Vale lembrar que o órgão conta com um processo seletivo simplificado em andamento para o preenchimento de 5.910 vagas, para preenchimento de vagas temporárias para cargos de apoio administrativo e funções de merendeira, higienizadora, auxiliar de serviços gerais e vigia, além de auxiliar de secretaria e motorista, para contratação pelo período de um ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário