sexta-feira, 7 de julho de 2017

Concurso PM/GO: formada comissão para 2 mil vagas !

PM
Polícia Militar do Estado de Goiás (PM/GO)  deu mais um passo para a realização de seu novo  concurso público para o preenchimento de 2 mil vagas em seu quadro de pessoal. Acontece que foi publicada, por meio de diário oficial, nesta terça-feira, 4 de julho, a comissão que será responsável pelo certame. Ao todo serão oferecidas 2 mil vagas, sendo 1.920 para  soldados  e 80 para a carreira de cadete PM.

A seleção vem sendo aguardada desde 10 de maio, quando anunciada pelo governador Marconi Perillo, após uma reunião com os secretários da Fazenda, Fernando Navarett, Planejamento, Joaquim Mesquita; Segurança Pública e Administração Penitenciária, Ricardo Balestreri; e da Casa Civil, João Furtado. A expectativa é de que a publicação do edital ocorra já no mês de setembro. 

A comissão será formada pelo coronel Silvio Vasconcelos Nunes e tenentes coronéis Walter Caetano Pereira e  Clives Pereira Sanches.

Para concorrer ao cargo de soldado é necessário possuir curso de nível superior em qualquer área de formação, com remuneração inicial de R$ 1.500.

O objetivo do governo é reforçar o quadro de segurança, uma vez que, somados com mais 2.500 soldados de outro concurso em andamento, o quadro contará com um reforço de 4.500 policiais. A expectativa é de que os aprovados no concurso anterior sejam empossados entre o final de agosto e início de setembro. “Isso vai ser muito importante para garantir segurança pública na capital e em todas as cidades do interior”, disse o governador.

De acordo com informações da assessoria de imprensa do governo,  a Secretaria de Planejamento (Segplan) já iniciou o processo de escolha da banca organizadora do novo certame, para que possa ser concretizada a previsão de liberar o edital em setembro.

De acordo com o comandante da PM/GO, coronel Divino Alves, a decisão de realizar mais um concurso público “significa que o governo está com a atenção voltada para a Segurança Pública”. Segundo ele “o aporte de 4.500 novos homens na Polícia Militar vai permitir prestar um melhor serviço à população”. Na ocasião, ressaltou que “cuidaremos para que a formação desses novos policiais seja feita de forma descentralizada, nas cidades menores, onde a população anseia pela presença dos policiais”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário